Sobre Nós

Pacto Global Nações Unidas

Lançado em 2000 pelo então secretário-geral brasidas Nações Unidas, Kofi Annan, o Pacto Global é uma chamada para as empresas de todo o mundo alinharem suas operações e estratégias aos Dez Princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção e desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade. É hoje a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 21 mil participantes, entre empresas e organizações, distribuídos em 65 redes locais, com abrangência e engajamento em 162 países.​

Na visão do ex-secretário, disseminar as boas práticas empresariais não era uma retórica para convertidos, mas sim um processo em passos curtos rumo a uma mudança profunda da gestão mundial de negócios. Quem integra o Pacto Global também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Em 2015, os 193 países-membros das Nações Unidas aprovaram, por consenso, a Agenda 2030. Trata-se de um plano de ação de 2015 a 2030.​

O Pacto Global não é um instrumento regulatório, um código de conduta obrigatório ou um fórum para policiar as políticas e práticas gerenciais. É uma iniciativa voluntária que fornece diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras. A sede do Pacto Global é em Nova York.​

No Brasil​

O Pacto Global da ONU – Rede Brasil foi criado em 2003, e hoje é a segunda maior rede local do mundo, com mais de 1.900 participantes. Os mais de 50 projetos conduzidos no país abrangem, principalmente, os temas: Água e Saneamento, Alimentos e Agricultura, Energia e Clima, Direitos Humanos e Trabalho, Anticorrupção, Engajamento e Comunicação.​

A Rede Brasil responde à sede do Pacto Global, em Nova York, e preside o Conselho das Redes Locais na América Latina. Os projetos conduzidos no país são desenvolvidos por meio das Plataformas de Ação (Ação pela Água, Ação pelo Agro Sustentável, Ação pelos Direitos Humanos, Ação pelo Clima, Ação contra a Corrupção, Ação pelos ODS e Ação para Comunicar e Engajar), dos Movimentos e dos Programas Internacionais. Atualmente estão em andamento cerca de 50 iniciativas, que contam com o envolvimento de centenas de empresas, assim como agências da ONU e agências governamentais. ​

Há um envolvimento cada vez maior das empresas brasileiras em torno da sustentabilidade e uma maturidade crescente em relação ao tema. Há pouco tempo, muitas achavam que bastava apoiar um projeto no entorno de suas unidades para cumprir o seu papel social. Evoluímos e muito. Hoje existe um entendimento sobre os desafios da humanidade e o papel das organizações neste contexto. Diversas companhias com atuação no Brasil possuem departamentos estruturados de sustentabilidade, os quais controlam os impactos ambientais da operação e a relação dos seus produtos e serviços com a sociedade e com o planeta. Há projetos maduros e consistentes, que possuem em seu DNA a perenidade e o desenvolvimento sustentável – que vão além da simples doação de recurso para solucionar uma necessidade imediata. ​

Logo

O Pacto Global da ONU Brasil é uma plataforma que reúne o setor empresarial para atuar com impacto mensurável nos ODS, tanto na evolução dos modelos de negócios como na implementação de projetos em parceria.​

Logo

Como um programa da ONU, a Rede Brasil acessa o conhecimento das diversas agências e conta com o envolvimento do poder público, de instituições de ensino e da sociedade civil para gerar impacto. Com isso, representa um ambiente, ao mesmo tempo, neutro e dinâmico. É a experiência da ONU em ação nos negócios frente aos desafios mais críticos dos ODS no país.​

Logo

Alavancar o potencial da comunidade empresarial como agente de transformação também é garantir a competitividade dos negócios na economia mundial e a inclusão de lideranças em fóruns decisórios globais de referência.​

Os Dez Princípios

O Pacto Global advoga Dez Princípios universais, derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção. As organizações que passam a fazer parte do Pacto Global comprometem-se a seguir esses princípios no dia a dia de suas operações.

teste

Direitos Humanos

01 - As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente.
02 - Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos.

Saiba maisSeta Azul
teste

Trabalho

03 - As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva.
04 - A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório.
05 - A abolição efetiva do trabalho infantil.
06 - Eliminar a discriminação no emprego.

Saiba maisSeta Azul
teste

Meio Ambiente

07 - As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais.
08 - Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental.
09 - Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.

Saiba maisSeta Azul
teste

Anticorrupção

10 - As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

Saiba maisSeta Azul

APOIADORES E PARCEIROS INSTITUCIONAIS​

O Pacto Global da ONU no Brasil conta com a colaboração de apoiadores e parceiros institucionais, que contribuem para que as iniciativas sejam conduzidas no país. Essas empresas apoiam o Pacto Global com recursos financeiros e com serviços pro bono.​

GOVERNANÇA

O Pacto Global da ONU no Brasil é constituído por meio de uma associação sem fins lucrativos que trabalha em parceria com a sede do Pacto Global mediante a celebração de um Memorando de Entendimentos.​