Notícias

Pacto Global da ONU no Brasil e seu projeto Blue Keepers marcam forte presença na Conferência dos Oceanos da ONU, em Lisboa/Portugal

O Blue Keepers, projeto de combate e prevenção à poluição do oceano do Pacto Global da ONU no Brasil, participou de cinco painéis durante a Conferência do Oceano da ONU 2022 (United Nations Ocean Conference - UNOC), realizada em Lisboa, de 27 de junho a 1 de julho de 2022. 

Julho de 2022 – A iniciativa, que integra a Plataforma de Ação pela Água e Oceano, atua como uma ferramenta de planejamento e execução de ações diagnósticas e soluções por meio de parcerias entre os setores público e privado, em alinhamento ao Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar (PNCLM) do Brasil e a recém-lançada Resolução da ONU Meio Ambiente pelo Fim da Poluição por Plásticos. 

Na foto, da esquerda para direita, Gabriela Otero (Coordenadora do Projeto Blue Keepers), Maitê Leite (Gerente de Água e Oceano), Sanda Ojiambo (secretária-geral adjunta e CEO do Pacto Global da ONU) e Camila Valverde (COO Pacto Global da ONU no Brasil).

 

No primeiro deles, a COO do Pacto Global da ONU no Brasil, Camila Valverde, representou a organização e o trabalho realizado pelo projeto durante o evento organizado pelo Comitê da Década do Oceano no Brasil, do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, “Comitês e Planos Nacionais para a Década do Oceano: Desafios e Oportunidades para os países lusófonos”. 
Camila também compôs no evento “Parcerias público-privadas para compartilhar conhecimento e recursos para soluções impactantes para lidar com a poluição marinha”, realizado na Blue Zone em parceria com grandes organizações internacionais como a The Ocean Cleanup e a The Ocean Conservancy. Na Mesa Redonda Corporativa, o CEO da OceanPact, uma das patrocinadoras do Blue Keepers, ressaltou como diferentes setores podem contribuir para o combate ao lixo no mar. Desde a sua fundação, a companhia promove a proteção, o conhecimento, o monitoramento e o uso sustentável do mar, do litoral e dos recursos marinhos. 
Os resultados inéditos diagnósticos dos principais pontos de vazamento de resíduos plásticos no Brasil foram mostrados em dois momentos pela coordenadora do Blue Keepers, Gabriela Otero: em evento paralelo da Rede do Pacto Global da Noruega, no painel Lixo no Mar – iniciativas pelo mundo, e no evento paralelo especial realizado pelo Pacto Global da ONU no Brasil: Arena Oceano.

 

O Arena Oceano, evento exclusivo do Pacto Brasil realizado no Eurostar Universal Lisboa em 29 de junho, contou com apresentações das patrocinadoras do Blue Keepers, OceanPact e Braskem, e o apoio da Azul Linhas Aéreas e da Corona, marca da Ambev.  
Sylvia Earle, bióloga marinha que é um dos maiores nomes mundiais no tema, conhecida como ‘a dama dos mares’, foi a Key Note Speaker da programação que incluiu outros painéis com especialistas nas frentes de comunicação, engajamento e responsabilidade empresarial. “Estamos vivendo um momento crucial para colocar em prática planos de ação que garantam o desenvolvimento sustentável do nosso planeta. Planejar e executar soluções a curto, médio e longo prazos pela preservação e conservação dos nossos mares e oceano é urgente e prioritário”, ressaltou Sylvia. Rodrigo Figueiredo, Vice-Presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Ambev, apoiadora do evento, afirmou que “a marca Corona lidera ações de conscientização e, como aliados do movimento, vamos zerar a poluição plástica das nossas embalagens em três anos. Somando esforços, vamos recuperar e proteger o futuro do qual não podemos abrir mão”. Já no painel “Economia azul e descarbonização para enfrentar a crise climática: uma agenda internacional”, a Gerente da Plataforma de Ação pela Água e Oceano, Maitê Leite, destacou o fato das mudanças climáticas serem um problema global mas que nos afeta de forma bastante diferente, especialmente quando consideramos os desafios de um país em desenvolvimento e as populações vulneráveis, que já são impactadas tanto por eventos extremos quanto pelo contato direto com o lixo disposto irregularmente. “No Pacto Global estamos mobilizando empresas para endereçar seu impacto no oceano por meio do nosso projeto Blue Keepers. Vamos trabalhar com empresas e municípios para melhorar sua gestão de resíduos, como um dos principais produtores de metano, cuidando de nossos resíduos orgânicos, plástico e outros recicláveis”, disse.