Notícias

Pacto Global da ONU Brasil apresenta Ambição 2030 e lança movimentos como o programa ‘CFO Coalition’ com Toque da Campainha na B3 em prol dos ODS

Projetos convidam empresas brasileiras a assumirem compromissos públicos e metas em temas ESG. Iniciativa bilionária com diretores financeiros faz parte da estratégia para acelerar Agenda.

São Paulo, 2 de maio de 2022 – O Pacto Global da ONU Brasil, maior ação de sustentabilidade corporativa do mundo, apresentou sua Ambição 2030, iniciativa composta por sete grandes Movimentos, criados para acelerar as metas propostas pela Agenda 2030 da ONU, com ‘Ring the Bell’ na B3, a bolsa do Brasil, para engajar as empresas e suas lideranças em torno dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  
Fazem parte da estratégia os seguintes Movimentos: Mente em Foco, Elas Lideram 2030, +Água, Salário Digno, Raça é Prioridade, Ambição Net Zero e Transparência 100%, que tratam de questões relacionadas à saúde, direitos humanos, clima, acesso à água e anticorrupção. E programas voltados para a alta liderança, como o CFO Coalition, uma iniciativa direcionada a diretores financeiros, também foram apresentados. A participação do setor privado é fundamental para acelerar a pauta em torno de temas ambientais, sociais e de governança.  
“Estamos num momento crucial de reiniciar nossa relação com o planeta e a economia. Temos que aumentar a ambição por meio de ações coletivas. É importante e necessário, os stakeholders estão cobrando. Nós, líderes empresariais, temos que ser os catalisadores da mudança que o mundo precisa e quer ver”, diz Carlo Pereira, CEO do Pacto Global da ONU Brasil. “O setor privado brasileiro já entendeu o quanto é importante ter os ODS dentro das suas estratégias de negócio, muitas pautas de ESG vêm sendo tratadas no mercado financeiro, mas há um ator muito importante dentro das empresas que não pode ser esquecido, que é o CFO”, explica. 
Dezenas de Diretores Financeiros (CFOs) anunciaram no ano passado um compromisso de investimento coletivo de mais de US$ 500 bilhões em busca dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em parceria com o Pacto Global da ONU. Agora, a CFO Coalition quer chegar a 30 trilhões de dólares até 2030 investidos para desenvolvimento dos ODS, globalmente. O capítulo brasileiro pretende também desenvolver guias e ferramentas para facilitar a mobilização de capital pelos CFOs locais, atuando junto ao setor privado e ao setor financeiro. A meta é ter 100 CFOs no Brasil participando da iniciativa e assumindo compromissos até 2023.  
O Movimento lançado no ano passado terá capítulo brasileiro secretariado por Maria Eugênia Buosi, CEO da Resultante ESG. “A CFO Coalition é uma chamada à ação para as lideranças financeiras das empresas. O momento é de traduzir a agenda dos ODS para o processo de decisão de investimento. No Brasil, queremos engajar os CFOs por meio da criação de um espaço de debates e com o desenvolvimento de ferramentas que considerem as necessidades das empresas e a urgência do tema globalmente”, adianta Maria Eugênia. 
No evento da B3, que contou também com os apoios da Ambipar e da Zenklub, foi anunciada a adesão da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP), uma das melhores instituições de negócios do mundo, ao Pacto Global da ONU no Brasil.  
Gilson Finkelsztain, CEO da B3, ressaltou a importância das práticas ESG na Bolsa do Brasil. “Ser uma companhia alinhada às melhores práticas ESG é uma construção, uma transformação que vem de dentro para fora e que precisa estar conectada na estratégia. Ao propor essa reflexão, uma companhia não apenas consegue identificar questões relevantes para o seu negócio e fazer gestão de risco adequada como também consegue identificar oportunidades, calibrar estratégias, promover melhorias nos serviços e processos, sempre tendo como fio condutor os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”. 
Conheça os Movimentos do Pacto Global da ONU Brasil que compõem a Ambição 2030 
O Pacto Global da ONU Brasil é a rede que mais cresce no mundo e já passou de 1.500 signatários no País. Além dos Movimentos, o Pacto Global também apresenta ao público a plataforma Observatório 2030, que vai monitorar os compromissos públicos assumidos pelas empresas. 
Os Movimentos estão atrelados aos ODS. O Mente em Foco, que promove Saúde e Bem-estar (ODS 3), convida empresas e organizações brasileiras a trazerem para o centro das decisões a pauta da saúde mental, estimular a discussão sobre o tema, estabelecer ações concretas e de suporte aos seus colaboradores e criar um ambiente de trabalho saudável. O objetivo é que a saúde mental seja tratada não apenas como uma medida emergencial, mas sim como um tema perene e que faça parte da estratégia de negócio das companhias. 
Para Igualdade de Gênero (ODS 5), o Movimento Elas Lideram 2030 busca ajudar as empresas a assumirem e atingirem metas concretas pela equidade de gênero, tendo ao menos 50% de mulheres em cargos de alta liderança. O objetivo final é ter mais de 1.500 empresas comprometidas, promover 11 mil mulheres para esses cargos até 2030 e ter pelo menos 150 lideranças de alto nível engajadas com esta ambição. 
A questão da água, tão debatida no Brasil nos últimos anos, também ganha um Movimento. O +Água é uma iniciativa para aceleração da universalização do saneamento e segurança hídrica do Brasil e tem a ambição de impactar a vida de mais de 100 milhões de pessoas. A definição de metas é tida como uma maneira poderosa de impulsionar as empresas com vantagem competitiva na transformação da sociedade, para a universalização do saneamento e a segurança hídrica no país, avançando no ODS 6 (Água Potável e Saneamento). 
O Pacto Global também convida as empresas a participarem do Movimento Salário Digno, que tem a ambição de garantir 100% de salário digno para funcionários e funcionárias, incluindo operações, contratados(as), e/ou terceirizados(as) e engajar toda a cadeia de suprimentos para desenvolver metas de salário digno, aspecto essencial para a promoção das garantias para que trabalhadores e trabalhadoras, suas famílias e comunidades possam viver com dignidade e ter um padrão de vida decente na busca pelo ODS 8 (Trabalho decente e crescimento econômico). 
Dentro da busca pela Redução das Desigualdades (ODS 10), o Movimento Raça é Prioridade trabalhará para promover mais de 15 mil pessoas negras (negras, indígenas, quilombolas, ou pertencentes a outro grupo étnico minoritário) em cargos de liderança até 2030, mais de 20 mil pessoas negras capacitadas, com mais de 1.500 empresas comprometidas com esse tema fundamental para o Brasil. 
A redução da emissão de carbono é uma das principais temáticas mundiais dentro da Agenda 2030. E o Movimento Ambição Net Zero pretende colaborar para a Redução de 2 Giga toneladas de CO2e em emissões acumuladas. Para isso, trabalhar localmente com reduções de emissões de gases de efeito estufa é indispensável para impactar positivamente a sociedade brasileira e o meio ambiente global, dentro do ODS 13 (Ação contra mudança global do clima). 
O tema de combate à corrupção também está entre os mais importantes para o setor privado brasileiro. O Movimento Transparência 100% tem como objetivo desenvolver instituições eficazes, responsáveis e transparentes em todos os níveis, encorajando e capacitando as empresas para ir além das obrigações legais, fortalecendo mecanismos de transparência e integridade, dentro do ODS 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes). 
Saiba mais sobre os Movimentos e as ações dessa nova estratégia, clicando aqui. 
#PactoGlobal #Ambição2030 #ODS 
Confira algumas fotos do evento:

Fotos: @cauediniz