Notícias

Brasil se destaca durante os eventos da 10ª Conferência dos Estados Partes signatários da Convenção da ONU contra a Corrupção, em Atlanta (EUA)

Empresas signatárias do Pacto Global da ONU no Brasil firmaram compromisso com chamado internacional.

Entre os dias 11 e 15 de dezembro, o Escritório da ONU sobre Drogas e Crimes (UNODC), guardião da Convenção da ONU contra a Corrupção (UNCAC), promoveu a 10ª Conferência dos Estados Partes signatários da UNCAC em Atlanta (EUA). O escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Pacto Global das ONU organizaram, conjuntamente, um Private Sector Forum à margem da décima sessão da Conferência dos Estados Partes (CoSP) da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção (UNCAC), de 11 a 12 de dezembro de 2023, em Atlanta, Estados Unidos.  

Cerca de 190 países signatários da Convenção participaram do evento e a delegação brasileira contou com participações importantes. Mais de 300 participantes exploraram estratégias de comprometimento com a integridade dos negócios e como esse compromisso pode ser avaliado por investidores, clientes e reguladores através de relatórios de sustentabilidade corporativa.    

As discussões também se concentraram em abordar os desafios colocados pela corrupção no investimento internacional e no investimento estrangeiro direto. O Private Sector Forum contribuiu para identificar tendências emergentes, apresentar boas práticas e destacar as principais prioridades para melhorar a governança corporativa e combater a corrupção no setor privado. 

A delegação brasileira do Pacto Global da ONU no Brasil contou com a presença de Chantal Castro, Gerente de Anticorrupção, e Brenda Franco, Analista de Anticorrupção Sênior. Elas participaram do Workshop em Ações Coletivas Anticorrupção promovido pelo Pacto Global da ONU e compartilharam como outros países os trabalhos em desenvolvimento no Brasil nos setores da Agroindústria, Energia Elétrica e Engenharia e Construção. Além disso, a delegação divulgou materiais sobre as ações coletivas desenvolvidos pelo Brasil, como o Guia de Boas Práticas Anticorrupção da Agroindústria e o Guia de Diretrizes para implementação e monitoramento de Ações Coletivas Anticorrupção, ambos possuem versão em inglês. 

Outro destaque do Private Sector Forum foi o painel “Abordagem de ação coletiva para impulsionar o impacto em toda a Agenda 2030”, que contou com a participação de Erika Eggers, Diretora de Controles Internos, Riscos e Conformidade na SIMPAR S.A. e Conselheira Consultiva de Ações Coletivas do Pacto Global da ONU no Brasil, ressaltou sua experiência como participante de uma ação coletiva e como conselheira consultiva de ações coletivas anticorrupção do Pacto Global da ONU no Brasil.  

Brasil em destaque! 

Durante os eventos em Atlanta, o Pacto Global da ONU realizou o “Call to Action”, um chamado à ação para que o setor privado e as empresas pudessem ser ouvidos e ter os seus pleitos e preocupações considerados pelos representantes dos 190 signatários da UNCAC. 

Mais de 500 empresas ao redor do mundo assinaram o chamado e o Brasil foi o país com mais assinaturas com 63 empresas assinantes. Entre as empresas signatárias do Pacto Global da ONU no Brasil, firmaram o chamado MRV, CBA (ambas Embaixadoras do Movimento Transparência 100%), BRF, Petrobras e SIMPAR e outras.  

A lista completa de empresas signatárias você confere aqui: https://unglobalcompact.org/take-action/action/anti-corruption-call-to-action  

Confira algumas fotos da nossa participação na COSP10: