Notícias

Avaliação de Riscos de Corrupção no Paraná

*Por Cifal Curitiba A Rede Brasil do Pacto Global promoveu no dia 11 de abril em Curitiba (PR) o workshop “Avaliação de Riscos de Corrupção” em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) e o CIFAL Curitiba.

*Por Cifal Curitiba
A Rede Brasil do Pacto Global promoveu no dia 11 de abril em Curitiba (PR) o workshop “Avaliação de Riscos de Corrupção” em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) e o CIFAL Curitiba. Realizado no Campus da Indústria, o evento foi uma oportunidade para entender a urgência do setor privado em seguir as exigências da Lei Anticorrupção brasileira e adotar um sistema de compliance efetivo. O workshop contou com a participação de mais de 80 representantes de empresas e organizações dos estados do Sul.
“Este treinamento é muito importante para orientar as empresas na implementação de áreas de compliance, para assim realizarem seu trabalho com sucesso”, destacou o superintendente do Sesi PR e Diretor Regional do Senai PR, José Antonio Fares. O workshop já foi realizado em São Paulo e no Rio e é uma das ações do GT Anticorrupção da Rede Brasil. De acordo com o coordenador do GT e Diretor de Compliance da Siemens, Reynaldo Goto, o mapeamento de riscos da empresa é essencial para evitar casos de corrupção. “Este treinamento é um incentivo a criação de sistemas anticorrupção nas empresas, pois é possível fazer negócios limpos”, disse.
O treinamento, que incluiu a apresentação da metodologia de avaliação de riscos, foi conduzido pela Sócia-líder do Centro de Governança Corporativa da Deloitte, Camila Araújo. “Compliance significa atuar em conformidade. Para que o trabalho seja efetivo nesta área, precisa atuar de forma independente, e toda ação deve partir da análise de risco”, afirmou Camila. O evento ainda contou com a participação do professor de Direito da Faculdade da Indústria, Rafael Guedes de Castro, que apresentou a Lei da Empresa Limpa. “A Lei não prevê responsabilidade criminal, mas busca uma mudança efetiva na cultura empresarial”, destacou.
Após a apresentação da metodologia e as atividades práticas, um painel debateu casos de sucesso nas organizações. O gerente de riscos e compliance do Sistema FIEP, Rodrigo Zani Soares, foi o moderador. “A empresa que implanta a área de compliance gera confiança para os seus clientes e demais stakeholders”, destacou. A mesa ainda foi composta pelo Diretor de Governança, Risco e Compliance da Copel, Fábio Losso; a Assessora Jurídica da Unimed Curitiba, Juliana Nascimento, e pelo representante da Itaipu Binacional, Alexandre Mugnaini.