Pacto Global da ONU Brasil se une a MC Soffia, Gilsons e Margareth Menezes por salário digno


O Pacto Global da ONU Brasil se une a MC Soffia, Gilsons e Margareth Menezes no lançamento da música ‘Salário Digno’. A ideia é chamar a atenção do público para a causa e as questões do ODS 8 (Trabalho decente e crescimento econômico), ligado ao Movimento Salário Digno, iniciativa que faz parte da estratégia Ambição 2030 do instituto. A ação é uma parceria dos artistas com o Pacto Global e teve os apoios de Boogie Naipe, Deezer e ONErpm.

A música, composição de MC Soffia e Margareth Menezes e produção de Vini Nallon, estará disponível nas principais plataformas de música a partir do dia 6 de maio.

“Estou muito feliz em participar dessa ação do Pacto Global da ONU, sou uma pessoa muito preocupada com as questões sociais do Brasil e que bom que estou junto com a Margareth Menezes e os Gilsons nessa luta”, afirmou MC Soffia.

“É uma honra estar nessa campanha, junto com a MC Soffia e Gilsons, essa galera jovem que está arrasando na música, mas que nesse momento de compromisso social também está junto e alerta. Importantíssimo mover uma luz no pensamento das pessoas sobre essa questão, poque o mínimo necessário para a gente viver bem, viver feliz, é receber um salário digno. Digno para respirar com tranquilidade, não está se pedindo nada, está se pedindo o justo”, defende Margareth Menezes. “Essa campanha é muito importante, é uma campanha para reflexão. Isso é essencial nesse momento da humanidade. Para mim, foi uma honra participar. E ter composto essa música me deixou muito feliz. Obrigada ao Pacto Global da ONU, aos artistas que dividiram essa campanha comigo”.

Os Gilsons também estão empolgados por contribuírem para chamar a atenção para essa luta: “Foi muito incrível ser chamado para participar desse projeto, que fala de um assunto tão importante. Ainda mais com artistas que a gente admira muito como a Margareth Menezes, de quem a gente é fã a vida toda, e também com a MC Soffia, dessa galera do rap que está chegando. Para a gente, é bem legal essa mistura, ainda mais falando da questão do trabalho. Hoje em dia, essa é uma das maiores questões que temos, não só no Brasil como no mundo todo. Essa é uma luta superatual. Então, estar colado numa música com esse discurso forte, como é o caso, nos anima”.

O Movimento Salário Digno, ligado à Plataforma de Ação pelos Direitos Humanos do Pacto Global, convida as empresas a garantirem 100% de salário digno para os seus funcionários e funcionárias, incluindo operações, contratados(as), e/ou terceirizados(as) e engajar toda a cadeia de suprimentos para desenvolver metas de salário digno, aspecto essencial para a promoção das garantias para que trabalhadores e trabalhadoras, suas famílias e comunidades possam viver com dignidade e ter um padrão de vida decente na busca pelo ODS 8.

“Precisamos engajar empresas, mas também a sociedade civil para as questões do salário digno e do trabalho decente. É uma honra muito grande para o Pacto Global da ONU se unir a artistas tão importantes como MC Soffia, Gilsons e Margareth Menezes nessa ação tão especial que vai chamar a atenção de tanta gente. Só com a união e a participação de todas e todos vamos alcançar os ODS. E precisamos fazê-lo urgentemente”, afirma Otavio Toledo, Head de Marketing, Comunicação e Eventos do Pacto Global da ONU Brasil.


Confira a letra completa:

Salário Digno
(Margareth Menezes, Mc Soffia)

A grande maioria do Globo
São os trabalhadores do povo
E vivem infelizes de fato
São mal remunerados

A grande maioria do Globo
São os trabalhadores do povo
E vivem infelizes de fato
São assalariados

Nas rodas de conversas
Nas salas do poder
O que mais se fala
É do medo de morrer
De morrer de fome
E acordar sem ter pra onde ir
A luta pela vida
A caridade a boa ação
Mas fica uma interrogação
Por que o salário é tão injusto meu irmão?

A grande maioria do Globo
São os trabalhadores do povo
E vivem infelizes de fato
São mal remunerados
A grande maioria do Globo
São os trabalhadores do povo
E vivem infelizes de fato
São assalariados

A grande verdade
Que todo mundo vê
Quem já tem dinheiro só pensa em enriquecer
Mas pagar salário justo
É difícil de se ver
O salário justo tem que ser
O suficiente pra reconhecer
Que quem trabalha
Tem direito de viver
De crescer e ser feliz

Um salário mínimo e o que recebemos
Um salário digno é o que merecemos
Me pagam o mínimo e eu trabalho e o mesmo
Trabalhando em dobro e as empresas estão crescendo
Eu só quero viver comer bem
Se sobrar um pouquinho
Ostentar com as notas de cem
Com uns papos de futuro
Então vem então vem
Chamar minha família
Pra ostentar também
Mas não dá né pena tenho que estar muito bem
Esse salário mínimo
Foi para as compras do mês
Mas não dá, né?!
Pena tenho que estar muito bem
Crianças estudando pro futuro ir além
Do que o estado tá acostumado
Pessoas passando fome e muitos desempregados
Alimentos aumentando e o pacto global
Dobrado, quando isso vai acabar está tudo dominado

 

Sobre a definição de salário digno

Nas definições mais comuns, salário digno é o pagamento recebido por uma semana padrão de trabalho realizado por uma pessoa trabalhadora em local específico e que seja suficiente para cobrir os custos de um padrão de vida decente para ela e sua família. Isso significa ganhar o suficiente para cobrir todas as despesas básicas da vida, incluindo alimentação, água, moradia, educação, assistência médica, transporte e vestimenta, além de um valor extra para custear acontecimentos inesperados.

Essa quantia irá variar dependendo do país ou mesmo da região, visto que os custos de alimentação, moradia e outras necessidades diferem de um lugar para outro. O objetivo com o Movimento Salário Digno do Pacto Global da ONU Brasil não é fazer nenhuma imposição de valores, mas convocar o setor privado, e as empresas individualmente, a debaterem este tema de forma séria e estruturada.

Acesse:

Pacto Global da ONU lança Quiz ODS e pergunta: ‘Qual 2030 que você está construindo?’
Pacto Global da ONU Brasil lança o Observatório 2030 para ajudar a acompanhar no cumprimento de metas dos ODS pelas companhias
Curso Justiça Climática

NOSSOS PARCEIROS

APOIADORES INSTITUCIONAIS

AEGEA
Ambipar
Klabin
MRV