Organização:
Grupo 3Corações

Região:
Nacional

ODS Principal:
Trabalho Decente e Crescimento Econômico

Outros ODS:
5, 10, 12, 17

Sabor especial (Finalista do Prêmio ODS) - Grupo 3Corações

As mulheres vêm conquistando cada vez mais espaço no mercado de trabalho no campo – e um exemplo disso é a atuação das que participam da cadeia de produção de café. Criado com o objetivo de valorizar esse papel feminino, o Projeto Florada do Grupo 3Corações busca elevar a inclusão social dessas trabalhadoras, com destaque para a capacitação voltada para melhorar a qualidade e para a geração de renda resultante da venda desses produtos.  

A iniciativa foi estruturada com base em diversas ações. Uma delas foi a oferta de um programa de capacitação gratuito, o Florada Educa, realizado em parceria com o especialista em café Sílvio Leite e que proporciona acesso às melhores práticas de produção de cafés especiais. Outras ações importantes nesse sentido foram a realização do Concurso Florada Premiada, em parceria com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), para reconhecer e valorizar esses cafés de alta qualidade; e a aproximação com os consumidores, que passam a conhecer as histórias por trás dos cafés. Mais de 130 microlotes cultivados pelas participantes do projeto foram adquiridos pelo Grupo 3Corações, que os comercializa em território nacional.

 

Resultado

A fim de monitorar e gerir o projeto, o Grupo 3Corações estabeleceu um comitê interno específico, que envolve a alta administração da companhia e as áreas ligadas ao controle de qualidade, à sustentabilidade e ao marketing, entre outras. Em paralelo foram criadas parcerias para a iniciativa, trazendo players importantes do setor – além da BSCA e do especialista Sílvio Leite, o projeto também trabalhou em conjunto com a Aliança Internacional das Mulheres do Café (IWCA).  

Um ano após seu lançamento, o Projeto Florada realizou dez videoaulas gratuitas sobre a produção de cafés especiais; mais 25 videoaulas estão programadas para 2019. Os Encontros Florada reuniram cerca de 1.200 cafeicultoras, e o Concurso Florada Premiada registrou mais de 650 inscrições. 

 

Projetos para mudar o mundo (Finalista Prêmio ODS)
Vida nova para as matérias-primas (Finalista do Prêmio ODS)
Estímulo à imaginação (Finalista do Prêmio ODS)
Preservação ambiental na sala de aula (Finalista do Prêmio ODS)
Contra a exploração sexual (Finalista do Prêmio ODS)
Valorização da neurodiversidade (Finalista do Prêmio ODS)
Educação para a sustentabilidade (Finalista do Prêmio ODS)
Controle e segurança no gerenciamento ambiental (Finalista do Prêmio ODS)
Plástico limpo e seguro (Finalista do Prêmio ODS)
O desafio do lixo eletrônico (Finalista do Prêmio ODS)
Acessibilidade e inclusão (Finalista do Prêmio ODS)
O poder das finanças locais (Finalista do Prêmio ODS)