Sobre o Evento

A iniciativa busca disseminar a Agenda 2030 para a comunidade empresarial e para instituições de ensino no Brasil, ampliar o engajamento do setor privado com os ODS e aumentar as parcerias entre empresas, academia, agências da ONU e governos no desenvolvimento de projetos.

A edição 2019 recebeu um número elevado de inscrições, foram mais de 800 projetos. Após uma primeira análise, permaneceram 309, nas categorias: Empresas (separadas em dois grupos, Grandes e PMEs), Academia e SDG Pioneers /Jovem Profissional Brasil. O grande vencedor da categoria Jovem Profissional será o representante do Brasil na final internacional do SDG Pioneers 2019, que irá ocorrer em Nova Iorque no segundo semestre. O vencedor com maior pontuação na categoria Empresas (PME ou Grande) será convidado para apresentar o seu case em Nova Iorque, durante o SDGs in Brazil, evento que reúne histórias bem-sucedidas do setor privado brasileiro. A PwC criou os critérios e auditou o processo completo e uma equipe de jurados independentes escolheu os vencedores. Ao final, consolidaram-se 137 projetos aptos a concorrer aos prêmios. O principal critério foi o alinhamento dos projetos a um dos Ps que direcionam os ODS. A edição 2019 contou com os apoios de Natura, Klabin, Cervejaria Ambev e MRV

 

Book da edição 2019                                Assista a cobertura e os depoimentos

                         

 

 

Categorias

Empresas

Podem participar Empresas, divididas em dois grupos:

1. Grande Empresa

2. Pequenas e Médias Empresas

Elas devem fazer sua inscrição em um dos 5 Ps que direcionam os ODS. É escolhido um vencedor por P entre as grandes empresas e um vencedor por P entre as PMEs, totalizando dez vencedores nesta categoria. 

 

Academia

Podem participar:

Professores que atuam em uma instituição de ensino engajada com o PRME (Princípios para Educação Empresarial Responsável)

As práticas devem ser inscritas em um dos 5 Ps. São considerados projetos que contribuem para o Alcance dos ODS, não contemplando práticas de gestão e de pesquisa. 

 

SDG Pioneers - Jovem Profissional Brasil

Podem participar jovens profissionais, de até 35 anos, que trabalham em uma empresa, de qualquer porte, que integre a Rede Brasil do Pacto Global. O concorrente deve indicar uma história que mostre como contribui com os ODS no dia a dia da sua atividade.

Critérios de Participaçào

Empresas

Para a análise dos projetos de grandes empresas, PMEs e academia, são utilizados três critérios de avaliação:

1. Gestão e Qualidade

a) Liderança engajada e comprometida com a proposta

b) Gestão e indicadores de desempenho definidos e monitorados

c) A solução apresenta evidências de gestão periódica de recursos

d) A solução apresenta evidências de comunicação do impacto para stakeholders, incluindo a comunidade impactada

2. Inovação

a) Definição do issue

b) Impacto na vida das pessoas

c) Escalabilidade

d) Repetitividade

3. Impacto

Para este quesito foi considerado se o case

apresenta resultado ou benefício que esteja

alinhado aos ODS e/ou a suas metas associadas

Na edição 2019, das 143 inscrições válidas por parte de grandes empresas, permaneceram 77, o que equivale a 53% do total. Das pequenas e médias empresas, 65% das inscrições foram desclassificadas. Apenas 34 entre 96 continuaram na disputa pelo prêmio. Os números atestam a criteriosa seleção a que o Pacto Global submete todas as inscrições. Ao final, todas as categorias das grandes empresas tiveram três finalistas. É uma satisfação perceber que, ao alcançar soluções de larga escala, as grandes empresas estão modificando sua relação com a sociedade e expandindo ações sustentáveis de desenvolvimento, que trazem retornos positivos para todos os envolvidos. E as pequenas e médias empresas não ficam atrás, cada vez mais engajadas e criando inovações de impacto.

 

Academia

A seleção segue os mesmos critérios aplicados à categoria EMPRESAS, utilizando ainda os direcionamentos dos Princípios para Educação Executiva Responsável das Nações Unidas (PRME), composto no Brasil por instituições de ensino, universidades corporativas e organizações de suporte, que compartilham da visão sobre formar lideranças responsáveis, preparadas para atuar no novo paradigma da sustentabilidade e seguir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O PRME é uma plataforma global das Nações Unidas (ONU) de engajamento voluntário para as escolas de negócios e outras instituições de ensino superior. Uma organização que adere ao PRME manifesta a sua convicção de que as instituições acadêmicas, por meio da integração de valores universais no currículo e pesquisa, podem contribuir para um mercado global mais estável e inclusivo, ajudando a construir sociedades prósperas e bem-sucedidas.

Em 2019, entre os 45 projetos válidos inscritos na categoria Academia, 13 conseguiram corresponder a todos os critérios e tiveram notas satisfatórias. Por fim, sete permaneceram como finalistas, sendo que dois estão focados no P Planeta, três no P Pessoas e dois no P Prosperidade.

 

SDG Pioneers - Jovem Profissional Brasil

O SDG Pioneers 2019 Young Professionals é uma iniciativa internacional do UN Global Compact que reconhece jovens líderes que atuam para promover os ODS em empresas engajadas na iniciativa. O vencedor da categoria SDG Pioners/ Jovem Profissional Brasil do Prêmio ODS é automaticamente finalista do reconhecimento global, que ocorre em Nova Iorque. O comitê de avaliação dos inscritos conta com especialistas com expertise em ODS, Inovação e Gestão de Empresas. Os candidatos devem incluir ao menos um ODS na descrição dos projetos, explicar o que foi abrangido e detalhar a contribuição pessoal na implementação dentro da empresa, os produtos e serviços que foram gerados pela iniciativa e seus respectivos impactos.  A comissão avaliadora considera cinco critérios:

1. Resultados do Negócio Sustentável, divididos em:

a) Sucesso Comercial

b) Impacto no Desenvolvimento Sustentável

2. Envolvimento com a Rede Local e/ou escritório do Pacto Global

a) Colaboração com a Rede Brasil ou com o UN Global Compact

b) Impacto da Colaboração

3. Inovação & Liderança do Processo

a) Inovação

b) Domínio do Processo

4. Negócio Responsável

a) Liderança do Negócio Responsável

b) Implementação

5. Estratégia & Ativismo

a) Criação da Estratégia

b) Mobilização de Apoio

Em 2019, entre as inscrições para o Prêmio SDG Pioneers/Jovem Profissional Brasil, 13 de 25 válidas foram aceitas – um total de 52%. Houve quatro finalistas.

 

Acesse o edital completo da edição 2019 AQUI.

Premiados

VENCEDORES

 

Grandes Empresas

Eixo Parcerias - Ações Educativas de Eficiência Energética (Neoenergia)

Eixo Paz - Projeto Internet Sem Bullying (COPEL Telecom)

Eixo Prosperidade - Enel Compartilha Empreendedorismo (Enel Brasil)

Eixo Planeta - Living LAB em Campinas (CPFL Energia)

Eixo Pessoas – Projeto Florada (3 Corações)

 

Pequenas e Médias Empresas

Eixo Parcerias - Valorização da Neurodiversidade (Specialisterne Brasil)

Eixo Prosperidade - Brindes Upcycling (Netza Promoções e Eventos)

Eixo Planeta - Reciclagem a Seco de Embalagens Plásticas Contaminadas (Eco Panplas).

Eixo Pessoas - Estúdio Escola de Animação (Baluarte)

 

Academia

Eixo Prosperidade - Horticultura Orgânica em Comunidades Socialmente Vulneráveis no litoral do Paraná (Unespar)

Eixo Planeta - Horta Comunitária: Novos Caminhos e Saberes (Universidade Metodista de São Paulo)

Eixo Pessoas – Planejamentos de empreendimentos sociais - PUC-RJ/IAG Business School

 

Jovens Profissionais 

Juliana Oliveira (Nestlé)

 

FINALISTAS

Categoria EMPRESA – Grande Empresa

 

Paz

Programa de Integridade CBM (Construtora Barbosa Mello)

Projeto Internet Sem Bullying (Copel)

Programa de Integridade (Compliance) das Empresas (Eletrobrás)

 

Planeta

Living Lab em Campinas (CPFL)

Tecnologia Geoespacial a serviço de uma agricultura sustentável na cadeia de grãos (AMAGGI)

Programa de resíduos sólidos (Klabin)

 

Parcerias           

Rally Social (B3)

CPFL Renováveis e o Selo Unicef (CPFL Renováveis)

Ações educativas de eficiência energética (Neoenergia)

 

Pessoas             

Projeto Florada (3 Corações)

VOA – transformando a realidade de ONGs no Brasil (Ambev)

Programa Matas Sociais (Klabin)

 

Prosperidade  

Enel Compartilha Empreendedorismo (Enel)

Agência SMART (Sicredi União PR)

Banrisul: veja, ouça e sinta (Banrisul)

 

Categoria EMPRESA – PME

Planeta

Movimento Greenk (Greenk)

Reciclagem a Seco de Embalagens Plásticas Contaminadas (Eco Panplas)

Plataforma Verde (Plataforma Verde)

 

Parcerias

The Schools Challenge | J.P. Morgan (Ageeo)

Valorização da Neurodiversidade (Specialisterne Brasil)

Projeto "Agentes de Proteção" (Triunfo Transbrasiliana)

 

Pessoas

PEC #EUFACOPARTE (NTICS Projetos)

Estúdio Escola de Animação (Baluarte Cultura)

 

Prosperidade  

Brindes Upcycling (Netza Promoções e Eventos Ltda)

Conexxão de impacto (Nexxera)

 

Categoria ACADEMIA

Planeta

Horta Comunitária: Novos Caminhos e Saberes (Universidade Metodista de São Paulo)

Projeto Mais Árvores Menos Poluição (Antonio Meneghetti Faculdade)

 

Pessoas

A ideia de uma vida melhor e a situação dos imigrantes e refugiados da região metropolitana de Maringá (UniCESUMAR)

Seminário de Contextualização (ISAE/ FGV)

Planejamento de empreendimentos sociais (PUC/ IAG Business School)

 

Prosperidade  

Horticultura Orgânica em Comunidades Socialmente Vulneráveis no litoral do Paraná  (Unespar)

Projeto Transbordar (ISAE/ FGV)

 

Categoria SDG PIONEERS – JOVENS PROFISSIONAIS BRASIL

Petrina Santos (Ageeo)

Maressa Bernardo (Foxtime)

Juliana Oliveira (Nestlé)

Salomão Lima (Totvs)

Boas Práticas

Os cases de empresas que atingiram pontuação mínima definida pelos critérios estabelecidos pela PwC passaram a fazer parte do Banco de Boas Práticas da Rede Brasil do Pacto Global.

Realização